6.9.06

Confissões de uma balzaca injuriada


(Recebi por e-mail, sem os devidos créditos. Infelizmente, desconheço a autoria. Mas bem que poderia ser minha.)

Minha bunda caiu. Do nada. De repente.
Assim, sem avisar, sem nem uma preparação, uma conversa, uns tapinhas no ombro, um chororô.

Fui dormir com ela redondinha, em pé da silva e alegre, acordei com ela esparramada, quadrada, alasanhada, triste.

Em frente ao espelho, que até então eu achava que era amigo meu, assisti calada e estupefata ao bizarro espetáculo das duas bandas despencando rumo ao chão.
Minha bunda caiu. E não, não é exagero.

Não me venha com conselhos, dicas ou palavras doces, não me venha com aquele papo ridículo de "quem liga para bunda?".

Eu ligo para bunda! Os homens ligam para bunda.
Mulheres ligam para bunda (principalmente para a bunda alheia).

O Brasil inteiro liga para bunda. Bunda é tudo nesse país de bundas!

É só pensar na abundância de bundas famosas Luma Bunda de Oliveira, Gerald Bunda Thomas, Waldomiro Bundão Diniz, Juliana Ô Bunda Famosa Paes...
Minha bunda caiu. E, admito, não foi à toa.

Eu não fui nada bacana com ela nos últimos anos.

Comi de tudo, enchi a cara de refrigerantes, açúcar, massa, pão, salgadinhos, chocolate... tudo que engorda. E não fazia nada para gastar as calorias. Sedentarismo + comida = bunda caída. Não tem saída.
Minha bunda caiu. E isso dói. Dói fundo, dói de verdade.

Dói mais ainda olhar no espelho e ver que a tal da (miserável, mil vezes miserável!) Lei da Gravidade já começou a fazer efeito.

E eu sou tão novinha! Que mundo injusto e cruel, meu Deus!
Uma amiga costuma dizer "depois dos trinta, é só ladeira abaixo".

Outros amigos, mais otimistas, confortam-me alardeando os benefícios da malhação, da lipo, da força de vontade...
Não que eu vá fazer alguma coisa para levantar a minha bunda, longe de mim.

Caiu, caiu. Não vou chorar pelas nádegas derrubadas.

O único exercício que me permito fazer é levantamento de talheres.
E copos. E só. Minha bunda caiu. Mas meu humor não.

Além do mais, o que vale é a beleza interior.
Balela! Mentirona!
Como dizem os Cassetas, quem gosta de beleza interior é decorador.

13 comentários:

Tiago disse...

hehehe... gostei.

Valéria disse...

fiquei deprimida!!! rs
beijos botoximizados

Lili disse...

Abaixo a bunda, então!

Márcia(clarinha) disse...

AFF! A minha caiu faz tempo e me falaram que anda desfilando por aí sem mim....ainda pego aquela danadinha, se pego, hehehehe
lindo feriado querida,
beijossssssssssssss

reflexoes depois disse...

sucesso no novo espaço. Beijos

Armando disse...

Se a bunda cai, a auto-estima despenca. Se cuida, rsrsrs...Bjks

Marco Santos disse...

Rá! Rá! Rá! Rá!...
Espero que como a autora do texto, você também acredite que a bunda pode ter caído, mas o humor, nunca!
Beijos!

Ivson disse...

A bunda cai, o sálario cai, ministro cai, mas sua criatividade sobe. Parabéns pela escolha do texto. Abraços!!!

Sheherazade disse...

Adorei esse texto, Ana! Esse negócio de gravidade é um caso sério, mas eu atribuo essa decaída de bundas, peitos, bochechas e que tais, à cobrança da terra, reivindicando o que é dela, à medida que vai chegando a nossa hora ... Hehehehehehehehehe!!!
Pé de pato, mangalô, três vezes!

Bjs.

Anônimo disse...

Nao tem aquela musica .."minha bunda caiu..." ah não foi a bunda !??

Bjs

Jack "ass" Aré

http://courodejacare.zip.net/

Marcos disse...

Como um dia um sujeito de jaleco branco vai me proibir de fazer tudo que eu gosto, de comer qualquer coisa, principalmente aquelas delícias que entopem veias, melhor exagerar agora enquanto posso. Mas, em se tratando de bunda, no caso masculino há algo que quando cai é muito mais preocupante do que a bunda na mulher. A bunda cai, mas continua exercendo todas as suas funções direitinho, já no nosso caso...

Marilyn disse...

*hahahahahahahahahahahahahahahaha*
Mas que drama, mulher!
- Levanta-te e anda, Dona Bunda!

Ana Carla disse...

Tiago, não estou conseguindo postar comentários no seu blog!!


Valéria... pois é...rs... o esforço é segurar o humor!!


Lili, Márcia, Caíla... as vossas continuam empinadinhas? rsrs...


Armando e Marcos: o truque é não deixar cair a peteca!! A gente tenta disfarçar, né?


Ivson, obrigada pela visita! Volte sempre. Fui conhecer seu cantinho, e ele promete ser interessante!!


Rê, sabe que nunca tinha pensado nisso? Mas faz sentido...


Jack, por enquanto foi só a bunda. O mundo continua em pé, hehehe...


Marcos, li em algum lugar:"seu peito caiu? Não se preocupe, o pinto dele também!" rsrsrs...


Marilyn, minha veia melodramática anda fora de controle!! hehehe...


Beijos!!