14.12.06

Advento

Advento é tempo de espera e preparação.
Não sei de quem é o texto abaixo, tão conhecido e tão belo. Alguém sabe?

"Esse ano quero paz no meu coração
Quem quiser ter um amigo
que me dê a mão
O tempo passa
e com ele caminhamos todos juntos sem parar
Nossos passos pelo chão vão ficar

Marcas do que se foi
Sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce
Novo em cada amanhecer"


8.12.06

Gabriel pediu...

... que eu postasse este texto, de autoria desconhecida.
Pedido de filho é ordem, então, aqui vai:

"E você, acha que é fácil?
Fácil.
Falar é fácil, difícil é expressar o que realmente queremos dizer.
Fácil é julgar pessoas, difícil é julgar a nós mesmos.
Fácil é mentir aos quatro ventos, difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é dizer “oi” ou “como vai?”, difícil é dizer adeus.
Fácil é querer ser amado, difícil e amar de verdade.
Fácil é ouvir a música que toca, difícil é ouvir a própria consciência.
Fácil é perguntar o que deseja saber, difícil é estar preparado para ouvir a resposta.
Fácil é ferir que nos ama, difícil é curar esta ferida.
Fácil é ditar regras, difícil é segui-las.
Fácil é sonhar todas as noites, difícil é lutar por um sonho.
Fácil é exibir uma vitória, difícil é assumir uma derrota com dignidade.
Fácil é rezar todas as noites, difícil é encontrar Deus nas pequenas coisas."

Bom final de semana!

29.11.06

XICO SÁ


Estou transcrevendo o texto do Xico Sá no NO MÍNIMO de hoje, como forma de deitar no asfalto ao lado dos estudantes.

Beijo e protesto no asfalto

Uns deitam em berço esplêndido, numa boa, lábaros estrelados. Os estudantes de SP deitam nas ruas, numa estratégia bem-sucedida de protesto. No chão, deitados ou sentados, como fizeram ontem, paralisam o trânsito por alguns minutos e não levam cassetetes no lombo e gás-pimenta nos olhos, como rolou na última sexta. São poucos ainda os que protestam contra o aumento da tarifa de metrô e ônibus _300 na conta mão-de-vaca da PM, 800 na soma farta dos organizadores_, mas o efeito e o barulho é de uma multidão incalculável. O velho Oswald tinha razão: a alegria é a prova dos nove. Sem aquele ranço politiqueiro comum às passeatas do gênero, os garotos fazem a melhor das fuzarcas. O mais radical de tudo: alguns jovens casais se beijam ao solo pátrio.

Sim, estão lá as tradicionais entidades da área, como a UNE, a UBES, a UMES, mas não há cheiro de aparelhamento. Os punks e os anarquistas, sempre bem na foto de qualquer protesto sério em São Paulo, também fazem parte do “Levante do Busão”, nome da barricada contra o aumento do prefeito Kassab e do governador Lembo. Não mais caminhando e cantando, mas deitados, os estudantes já decidiram: vão parar a cidade se vingar o abuso _o reajuste, de R$ 2 para R$ 2,30, é de 15%, quando deveria, segundo cálculos de inflação e a planilha de custos dos ônibus, ser de no máximo 6%. A facada da hora, está na cara, é para evitar novos aumentos nos arredores das próximas eleições. Pois é, o alcaide pefelista é candidato.
“Tem amiga minha, riquinha, que diz: que absurdo vocês fazerem esse escândalo todo por causa de 30 centavos! Não tem idéia do que representa no fim do mês para estudante pobre e trabalhadores”, Érica Rossi, 16, secundarista, uma dublê de Angelina Jolie daquele protesto, que boca!, discursa lindamente. “O mais interessante dessa onda de protesto é que não nos contentaremos apenas em barrar aumentos, nossa grande guerra é pelo passe livre, como no mundo civilizado”.

Me gustan los estudiantes, como canta, no seu portunhol selvagem o rei do punk-brega, o gaúcho Wander Wildner [sim, aquele mesmo dos Replicantes!], o acontecimento do ano de 2006 em bares estudantis. Sim, porque o grande épico não é ganhar a vida, a vida não se ganha, o grande épico é não encaretar-se. O tiozinho segue o cortejo com a careca em brasa. Mais adiante, os caixões de Kassab e de Lembo. Um rápido desconto para mister Burns, que anunciou um aumento de R$ 2,10 para 2,30 no metrô, com uma observação curiosa: “Se eu deixasse, eles (tecnocratas tucanos) aumentavam para R$ 5”. O anúncio provocou maior rebu na equipe de Serra, que estava ciente que o pefelista deixaria a facada para o início da próxima gestão.
Agora a rapaziada, que saiu do Masp, lá na Paulista, chega à Prefeitura de SP, aqui colado no Viaduto do Chá. “Os meninos estão certos”, grita o homem-sanduíche Romildo Soares, 45, compra-se ouro, penhoras, faz-se qualquer negócio etc. A PM acompanha tudo de muito perto. São 138 calças cinzas na marcação homem-a-garoto e mais 150 da tropa de choque à espreita, ou seja, praticamente um policial para cada aluno na rua, isso se o cálculo “oficial” de participantes estiver certo.

Mas se ameaçar, tá combinado, ok, a estudantada deita.
Um grupo de seis cheira-colas, quatro pivetes e duas meninas, passa com dois vira-latas só o couro e o osso, mas numa alegria monstra. Todos chapados. Uma cigana do viaduto lê a mão de uma mocinha com cara de quem sofre horrores, dores de amores, seus olhinhos dão boa tarde a uma tristeza de tresontontem…

Os simbólicos caixões de Kassab e Lembo são queimados, assisto ao incêndio refletido na lente dos óculos de Érica, minha incendiária predileta. Rômulo Dias, 15, colega da moça, me vê anotando algo discretamente e quer falar também, que o escutem do Ipiranga: “Sacanagem, né, meu?, esse aumento não vai passar, vamos parar tudo daqui para quinta”. Deus te oiça, bom menino. Como é bom, na pasmaceira que virou esse mundo, acompanhar essa gente jovem indignada… e sem ser chata. E viva a rapaziada guerreira, pois o gênio é uma grande besteira, um the end aqui com mais um verso do velho homem do povo, senhor Oswald, salve salve!

Publicado por Xico Sá - 29/11/06 12:03 AM

28.11.06

GANDHI

"Não existe caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho."

(Nem sempre nos lembramos do óbvio...)

26.11.06

Enquanto a Ana não vem...

A Mari sugere uma reflexão:

"A ausencia diminui as pequenas paixões e aumenta as grandes, da mesma forma como o vento apaga as velas e atiça as fogueiras."

(La Rochefoucault)

20.11.06

Saída rápida

Vou ficar alguns dias (uns 4 ou 9, hehe...)sem computador, e vou sentir saudade de vocês.
Prometo atualizar as visitas assim que voltar.
Rezem por mim.
Beijos!!

17.11.06

TRAIÇÃO

(Esse texto está sendo publicado por solicitação da Mari, que o encontrou no blog do SAMUEL COSTA. E vc, o que pensa sobre traição?)

O que é traição, pra você? tua namorada que ficou com outro? teu marido que transou com a empregada, ou tua mulher com o garoto de programa?? Não, não: traição é muito mais que isso; aliás, essa matéria deveria até ter outro nome: "Traição COM Sacanagem" e "Traição SEM Sacanagem"...

É claro que pra quase todo mundo sempre "ficou combinado" que um simples beijo na boca, fora do casamento, já é uma forma de traição, mas as coisas não deveriam ser levadas tão a sério assim, afinal "a carne é fraca" e "errar é humano"... chato é - quando o "erro" vira repetição.
Casais deveriam esperar apenas companheirismo e respeito, um do outro, e não "contratos de exclusividade" do tipo "nunca mais olharás para outro/a" ou "nunca mais sentirás tesão por mais ninguém além de mim"... É lógico que todos adoraríam que a pessoa amada não tivesse olhos nem ouvidos pra mais ninguém, mas nem sempre pode ser assim - e é completamente normal sentir atração por outra pessoa ao mesmo tempo em que se adora o marido ou a esposa (ao contrário do que muita gente pensa). Não resistir à tentação e acabar transando com aquela secretária gostosa que vive te dando bola - não é traição, ou pelo menos não deveria ter um título tão "grave" assim. Traição seria continuar transando com a secretária, se apaixonar por ela, e por isso começar a tratar mal a esposa dedicada, enquanto continua casado só por conveniência, afinal é a esposa que mantém tua casa em ordem e cuida dos teus filhos, enquanto você se diverte com a secretária gostosona... Traição é tratar mal o marido apaixonado - e continuar casada, só pra manter a vida confortável que ele te banca, enquanto fala pro outro que não aguenta mais o babaca do marido - e só está com ele, ainda, por causa dos filhos, ou pelo sustento, ou por dó... são tantas as desculpas nesses casos... "estamos só morando na mesma casa, mas com separação total de corpos!!"...

A traição tá no sangue, no caráter: quem é mal-caráter estará sempre traindo até a si próprio, mas uma pessoa de bom caráter não mereceria o título de TRAIDOR/A, só porque deu uma "pulada de cerca". Traidor é quem continua junto, por "outros interesses", enquanto trata mal e fala pelas costas de quem sempre se dedicou a ele. O traidor não se arrepende e leva flores no outro dia, não vive te tratando bem; portanto é bobagem ficar se preocupando muito com o que ele ou ela fez, à distância; o importante é o tratamento no dia-a-dia; o importante é o que ela é quando está comigo... como já dizia o poeta: "gosto dela, NÃO pelo que ela é, mas sim pelo que SOU quando estamos juntos". Ou seja: se ele/a te faz feliz, sempre te tratou e continua tratando com amor e carinho, então não importa o que fez, - ele/a nunca te traiu... ou, se traiu, foi "traição SEM sacanagem", e esta até tem perdão. Enfim, "trair" é uma coisa, mas trair e continuar empatando a vida do"chifrudo", só por conveniência... aí já não merece perdão mesmo, - pois além de traição, também é uma grande sacanagem.

Pra terminar, não vale agora usar este texto como "justificativa" pra sair "pulando cerca", né... Se você tem alguém e quer que seja "só teu/tua", seja só dele/a também! Afinal, como todo mundo já deveria saber: da vida, cada um recebe conforme o que dá, e apesar dos valores perdidos do "mundo moderno", continua sendo bonito de ver e bom de sentir, a fidelidade, a lealdade entre um casal.

15.11.06

Frase do dia


"Mulher Gordinha é igual a mortadela: redondinha, cheia de gordurinhas, quem come, adora, mas não conta para ninguém!"

Quem me mandou essa foi meu amigo Marco, do Antigas Ternuras, linkado aí ao lado. Valeu, Marco! Eu precisava desse lustro na estima! Hehe...

11.11.06

Chico

Hoje acordei com essa música antiga no pensamento. Se não estou enganada, o nome é AMANDO SOBRE OS JORNAIS, e trata-se de uma composição belíssima do Chico Buarque, gravada pela Maria Bethania ainda nos anos 70. Quem souber mais, por favor, corrija-me, conte-me! Agradeço imensamente as colaborações que recebo por aqui. É tão bom saber-me melhor informada! He, he... E antes que surjam perguntas indiscretas: infelizmente não. Eu não tenho amado sobre jornais. Vontade não falta, mas... reparem no final da poesia. Bom final de semana!

Amando noites afora
Fazendo a cama sobre os jornais
Um pouco jogados fora
Um pouco sábios demais
Esparramados no mundo
Molhamos o mundo com delícias
As nossas peles retintas
De notícias

Amando noites a fio
Tramando coisas sobre os jornais
Fazendo entornar um rio
E arder os canaviais
Das páginas flageladas
Sorrimos, mãos dadas e, inocentes
Lavamos os nossos sexos
Nas enchentes

Amando noites a fundo
Tendo jornais como cobertor
Podendo abalar o mundo
No embalo do nosso amor
No ardor de tantos abraços
Caíram palácios
Ruiu um império
Os nossos olhos vidrados
De mistério

8.11.06

Citação:



"Você não pode vencer a quem não se rende."
(Babe Ruth)

PS - não sei quem (ou o quê) foi (ou é) Babe Ruth.

6.11.06

Atendendo a um pedido muito especial...

Ana,

Vc pode por favor colocar este texto novamente no blog, quem sabe ...rs...

Pedido pro Papai Noel

Quero um homem...
Quero um homem que toque minha alma,

que entre pelos meus olhos e invada meus sonhos.
Quero que me possua inteira, corpo e alma,
fazendo dos meus desejos breves segundos
de êxtase o prazer do encontro total.
Quero sentir seus braços longos envolvendo meu abraço,
seus lábios mudos calando o meu silêncio sem precisar nada dizer...
apenas me olhando com olhos negros e úmidos e me tomando devagar,
como o mar avança na praia,
como eu sei que tem que ser e sei que um dia será.

Obs.- Pra quem não entendeu: esse texto é da Mari, a minha sócia sumida.

4.11.06

1.11.06

Afinal, o que é?



Aqui vai mais um texto desses que circulam pela internet sem dar crédito ao autor.
Se alguém souber quem escreveu, por favor, me esclareça.
De qualquer forma, divulgo aqui porque achei muito criativo, e que seja uma homenagem a esses artistas tão desrespeitados no mundo virtual.
Ah! E se alguém souber o que é o amor, por favor, me esclareça também! Boa quarta-feira com cara de sexta!

"O amor não é algo que te faz sair do chão e te transporta para lugares que nunca vistes.O nome disso é avião.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que escondes dentro de ti e não mostras para ninguém.Isso se chama vibrador tailandês de três velocidades.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que te faz perder a respiração e a fala.O nome disso é bronquite asmática.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que chega de repente e te transforma em refém.Isso se chama seqüestrador.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que voa alto no céu e deixa sua marca por onde passa.Isso se chama pombo com caganeira.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que tu podes prender ou botar pra fora de casa quando bem entender.Isso se chama cachorro.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que lançou uma luz sobre ti, te levou pra ver estrelas e te trouxe de volta com algo dele dentro de ti.Isso se chama alienígena.O amor é outra coisa.
O amor não é uma coisa que desapareceu e que, se encontrado, poderia mudar o que está diante de ti.Isso se chama controle remoto de TV.O amor é outra coisa."

29.10.06

Dica da Segunda-feira

BENEFÍCIOS DA ÁGUA OXIGENADA

Essas dicas eu recebi de um amigo, o Toninho, da UFSCAR, que certamente é mais capacitado sobre o assunto do que eu.

A água oxigenada foi desenvolvida na década de 1920 por cientistas para conter problemas de infecções e gangrena em soldados em frente de batalha. A pesquisa buscava um produto barato, fácil de transportar e usar, que pudesse ser conservado de forma fácil e à temperatura ambiente, sem problemas colaterais. Durante a segunda guerra mundial, a redução no número de baixas e amputações foi tremenda, graças ao uso da água oxigenada.
Numa solução a 3%, é um dos mais potentes desinfetantes que existem.

Isso é pouco divulgado e pode-se entender porquê. Um produto barato e simples de usar, concorre com outros desenvolvidos por laboratórios farmacêuticos e indústrias de desinfetantes domésticos e hospitalares. Portanto, não há interesse comercial no seu uso em larga escala.

O que se pode fazer com água oxigenada:

1 - Uma colher de sobremesa do produto usada para bochechos e mantido na boca por alguns minutos, mata todos os germes bucais, branqueando os dentes! Cuspir após o bochecho.

2 - Manter escovas de dentes numa solução de água oxigenada conserva as escovas livres de germes que causam gengivite e outros problemas bucais.

3 - Um pouco de água oxigenada num pano desinfeta superfícies melhor do que qualquer outro produto. Excelente para usar em cozinhas e banheiros.

4 - Tábuas de carne e outros utensílios são totalmente desinfetados após uso, com um pouco de água oxigenada. O produto mata qualquer bactéria ou germe, inclusive salmonela.

5 - Passada nos pés, à noite, evita problemas de frieiras e outros fungos que causam os principais problemas nos pés, inclusive mau cheiro (chulé).

6 - Passada em ferimentos (várias vezes ao dia) evita infecções e ajuda na cicatrização. Até casos de gangrena regrediram com o seu uso.

7 - Numa mistura meio-a-meio com água pura, pode ser pingada no nariz em resfriados e sinusites. Esperar alguns instantes e assoar o nariz. Isso mata germes e outros microorganismos nocivos.

8 - Um pouco de água oxigenada na água do banho ajuda a manter a pele saudável, podendo ser usada em casos de micoses e fungos.

9 - Roupas que precisem desinfecção (lençóis, fraldas, etc), ou aquelas em contato com secreções corporais e sangue, podem ser totalmente desinfetadas se ficarem de molho numa solução contendo água oxigenada antes da lavagem normal.

10 - Certamente você encontrará outras formas de usar a água oxigenada em sua casa.

26.10.06

Franz Kafka

"Não há necessidade de sair da sala. É suficiente sentar-se à mesa e escutar. Nem sequer é necessário escutar, é só esperar. Nem sequer é preciso esperar, é só aprender a ficar em silêncio. O mundo se oferecerá a você livremente para ser descoberto."

24.10.06

Alzheimer

Não sei se estas dicas funcionam mesmo contra o bandido alemão, MAL DE ALZHEIMER, nem sei se as pesquisas citadas são reais. Recebi isso por e-mail, e acho que não custa fazer os exercícios propostos, nosso cérebro vai agradecer.

Ginástica para o cérebro : Trocar de mão para escovar os dentes é bom para o cérebro .
O simples gesto de trocar de mão para escovar os dentes, contrariando a rotina e obrigando a estimulação do cérebro, é uma nova técnica para melhorar a concentração, treinando a criatividade e inteligência e, assim, realizando um exercício de NEURÓBICA.

Uma descoberta dentro da Neurociência vem revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões.
Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000) revelam que NEURÓBICA, a " aeróbica dos neurônios ", é uma nova forma de exercício cerebral projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurônios.

Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso: limitam o cérebro. Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios "cerebrais" que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa.

O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional.
Tente fazer um teste:
- use o relógio de pulso no braço direito;
- escove os dentes com a mão contrária da de costume;
- ande pela casa de trás para frente; (crianças gostam de treinar isso!)
- vista-se de olhos fechados;
- estimule o paladar, coma coisas diferentes;
- veja fotos de cabeça para baixo;
- veja as horas num espelho;
- faça um novo caminho para ir ao trabalho;
A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma coisa diferente com seu outro lado e estimule o seu cérebro. Vale a pena tentar!
Que tal começar a praticar agora, trocando o mouse de lado ?

22.10.06


"O homem se interessa pelas coisas maravilhosas, então, ele as inventa. E se assombra. "
Edgar Watson Howe

20.10.06

XUXUZINHO (Rita Lee)



Composição: Roberto De Carvalho
Procuro um gato, nesse mundo cão
Um candidato à vaga do meu coração!
Não precisa ser rico, basta me amar
Mas se tiver alguns dólares, não vou chorar!

Papai do Céu, me dá um namorado
Lindo, fiel, gentil e tarado
Xuxu, xuxuzinho
Par de vaso
Minha uva, meu vinho

Um piquenique numa ilha
Hulla-hulla, maravilha
Sem telefone, sem ninguém
You Tarzan,
Me Jane
Um anel no dedo
Um marido na mão

Eu Dalila, ele
Sansão
Josefina e Napoleão
Eu Isolda, ele Tristão
Maria Bonita e Lampião
Eu a mina, ele o rei Salomão
Eu Cosme, ele Damião

19.10.06

O Rei Nu

A Regina, do Sheherazade, sempre tem boas histórias pra nos contar. Mas no dia 18 de outubro ela postou uma particularmente interessante. Sugiro que passem por lá.

18.10.06

"Por que votei nulo"

(Esse artigo é do EDWARD BLOOM, e eu transcrevo do Digestivo Cultural, que recomendo.)

Votei nulo. Digo isso e as pessoas gemem. Que ultraje, o voto nulo. Que indolência. Antes das eleições, senhoras respeitáveis me puxavam pelo cotovelo e me deixavam embaraçado falando sobre cidadania e consciência cívica – da mesma forma como sempre fico embaraçado com um moleque de treze anos na tevê falando sobre o uso da camisinha. Essas pessoas acham humilhante alguém não querer votar em nenhum dos políticos. É praticamente indecente não se sujeitar, como eles, a votar no menos ruinzinho. Numa última tentativa desesperada, faziam jogo sujo, pegavam pesado: "Temos que derrotar o Lula!", diziam. Olha que baixeza, que baixeza.

Eu adoraria derrotar o Lula, óbvio. Também adoraria derrotar todos os outros políticos, se pudesse. Derrotar um político deveria ser o único objetivo de todo eleitor. O meu dilema moral, entretanto, é que, para derrotar um político, seria preciso apoiar outro, a oposição, no caso. E se o Alckmin ganhasse por minha causa, meu Deus? Eu tremo de horror diante de tal situação monstruosa – vejam como minhas mãos tremem. É possível admitir que, com a vantagem do Lula, o meu voto anulado o ajudasse a ganhar, mas seria uma meia culpa apenas; doeria bem menos na minha consciência não muito cívica, digamos, do que ajudar o outro a ganhar. Por isso votei nulo.

Mas eu não fico muito feliz por anular meu voto desse jeito. O voto nulo ideal, para mim, seria aquele que anulasse o cargo por um mandato inteiro. Se os votos nulos ganhassem dos deputados em cada estado, passaríamos alguns anos livres deles. Em suas cadeiras poderíamos colocar uma bexiga colorida indicando que aquele cargo foi anulado. Seria mais barato, pelo menos. E mais bonito. Estaríamos livres de senadores, vereadores, etc. Não seria maravilhoso? Imaginem o congresso cheio de bexigas e tentem não sorrir. Pensem em quatro anos sem presidente e tentem não sorrir. Esta, aliás, é a única opção, a melhor, que não temos: a de não elegermos políticos. Quem precisa de um presidente, senão os próprios políticos? Quem precisa de políticos, senão os próprios políticos? O que o Lula fez, falou, representou que não fosse solenemente desprezível? O que os outros políticos fizeram, falaram ou representaram que não fosse solenemente desprezível? E seus assessores? Seus secretários? Seus funcionários de alto e baixo escalão? Eu anularia todos, um por um. A questão é que não sou tão niilista assim e quase entendo a necessidade de um Estado, porém que seja mínimo, caramba, que tenha menos gente possível.

Isso tudo vem do meu passado politizado, quando decorava frases do Roberto Campos para bater em esquerdistas. Foi quando, num bate-papo, respondendo a uma pergunta tola minha, Diogo Mainardi disse que não importava o modelo, se tucano ou petista, o que importava era tirar os políticos das costas da população. Me senti muito burro por não ter pensado nisso antes e, desde então, tomei uma distância saudável dos políticos.

Semana passada, por exemplo, discuti com sete lulistas. Perdi todas. Nunca em toda a minha vida soube tão pouco sobre o Lula, sobre sua política e sobre seu governo. E nunca me senti tão feliz comigo mesmo, tão decidido, tão maduro. Não tenho dúvidas, foi a melhor forma que encontrei para manifestar o meu menosprezo. Esqueci, orgulhoso, todas as denúncias, todos os errinhos de português do Lula e me tornei essencialmente contra ele, preconceituosamente contra ele. E contra todos os outros políticos, evidente. Me tornei um opositor melhor.

Agora tem uma turma reclamando das pessoas que reclamam dos políticos. Vi isso na última eleição, a de 2002, e estou vendo de novo. "Ficam aí reclamando, mas deveriam ter escolhido direito!". Escolhido quem, mano? Está partindo do princípio de que é possível encontrar gente razoavelmente honesta no meio político. Quer acreditar nisso, ok, vá em frente, mas eu não acredito. Na verdade, sempre suspeitei que só o fato da pessoa cogitar a idéia de trabalhar com política já implica algum desvio de caráter. Não acredito no altruísmo puro e simples dos políticos. Enxergo em cada ação política um objetivo mesquinho, não importando a nobreza desta ação. E isso torna qualquer escolha, se é que existe alguma, inútil.

Ó, em Napoleon of Notting Hill, G.K.Chesterton imaginou uma sociedade governada por um rei soberano que era escolhido através de um sorteio entre todos os cidadãos; sendo assim, cada cidadão tinha uma chance de ser conclamado rei pelo resto de sua vida. Considerando que, na totalidade, os políticos brasileiros não são lá muito confiáveis, a probabilidade (não durmam agora, falta pouco) de se achar uma pessoa menos mau-caráter fora da política é satisfatória. Embora eu não esteja disposto a arriscar muito nessa idéia, acredito que seja uma solução bem menos ridícula do que implorar para as pessoas escolherem melhor seus políticos, por favor. E votar nulo, a solução menos ruinzinha.

E para efeito didático, aqui está a lista com os candidatos em quem votei:
* Presidente:Monteiro Lobato (Partido da Literatura) 92
* Governador:Castro Alves (Partido da Literatura) 92
* Senador:Euclides da Cunha (Partido da Literatura) 921
* Deputado Federal:Carmem Miranda (Partido da Música) 9112
Deputado Estadual:Mussum (Partido da Televisão) 93111



16.10.06

Gosto


Adoro água, sob todas as formas, inclusive chuva.



E gosto muito de ser uma "caipira do interior". Gosto do cheiro de mato molhado.


15.10.06

...




Passou o feriado, a sexta-feira treze, passou o final de semana, e eu quase nem senti.
Bem dizem que na vida, tudo é passageiro.
Menos o cobrador e o motorista.

12.10.06

PESSOA ERRADA (Luiz Fernando Veríssimo)



Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia,e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho.Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe. E depois te enche de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você, vai estar o tempo todo pensando em você.A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo.
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo. E só assim é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus deu tudo certo". Quando na verdade tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...