17.11.06

TRAIÇÃO

(Esse texto está sendo publicado por solicitação da Mari, que o encontrou no blog do SAMUEL COSTA. E vc, o que pensa sobre traição?)

O que é traição, pra você? tua namorada que ficou com outro? teu marido que transou com a empregada, ou tua mulher com o garoto de programa?? Não, não: traição é muito mais que isso; aliás, essa matéria deveria até ter outro nome: "Traição COM Sacanagem" e "Traição SEM Sacanagem"...

É claro que pra quase todo mundo sempre "ficou combinado" que um simples beijo na boca, fora do casamento, já é uma forma de traição, mas as coisas não deveriam ser levadas tão a sério assim, afinal "a carne é fraca" e "errar é humano"... chato é - quando o "erro" vira repetição.
Casais deveriam esperar apenas companheirismo e respeito, um do outro, e não "contratos de exclusividade" do tipo "nunca mais olharás para outro/a" ou "nunca mais sentirás tesão por mais ninguém além de mim"... É lógico que todos adoraríam que a pessoa amada não tivesse olhos nem ouvidos pra mais ninguém, mas nem sempre pode ser assim - e é completamente normal sentir atração por outra pessoa ao mesmo tempo em que se adora o marido ou a esposa (ao contrário do que muita gente pensa). Não resistir à tentação e acabar transando com aquela secretária gostosa que vive te dando bola - não é traição, ou pelo menos não deveria ter um título tão "grave" assim. Traição seria continuar transando com a secretária, se apaixonar por ela, e por isso começar a tratar mal a esposa dedicada, enquanto continua casado só por conveniência, afinal é a esposa que mantém tua casa em ordem e cuida dos teus filhos, enquanto você se diverte com a secretária gostosona... Traição é tratar mal o marido apaixonado - e continuar casada, só pra manter a vida confortável que ele te banca, enquanto fala pro outro que não aguenta mais o babaca do marido - e só está com ele, ainda, por causa dos filhos, ou pelo sustento, ou por dó... são tantas as desculpas nesses casos... "estamos só morando na mesma casa, mas com separação total de corpos!!"...

A traição tá no sangue, no caráter: quem é mal-caráter estará sempre traindo até a si próprio, mas uma pessoa de bom caráter não mereceria o título de TRAIDOR/A, só porque deu uma "pulada de cerca". Traidor é quem continua junto, por "outros interesses", enquanto trata mal e fala pelas costas de quem sempre se dedicou a ele. O traidor não se arrepende e leva flores no outro dia, não vive te tratando bem; portanto é bobagem ficar se preocupando muito com o que ele ou ela fez, à distância; o importante é o tratamento no dia-a-dia; o importante é o que ela é quando está comigo... como já dizia o poeta: "gosto dela, NÃO pelo que ela é, mas sim pelo que SOU quando estamos juntos". Ou seja: se ele/a te faz feliz, sempre te tratou e continua tratando com amor e carinho, então não importa o que fez, - ele/a nunca te traiu... ou, se traiu, foi "traição SEM sacanagem", e esta até tem perdão. Enfim, "trair" é uma coisa, mas trair e continuar empatando a vida do"chifrudo", só por conveniência... aí já não merece perdão mesmo, - pois além de traição, também é uma grande sacanagem.

Pra terminar, não vale agora usar este texto como "justificativa" pra sair "pulando cerca", né... Se você tem alguém e quer que seja "só teu/tua", seja só dele/a também! Afinal, como todo mundo já deveria saber: da vida, cada um recebe conforme o que dá, e apesar dos valores perdidos do "mundo moderno", continua sendo bonito de ver e bom de sentir, a fidelidade, a lealdade entre um casal.

7 comentários:

Armando disse...

Não é que sou fiel, sou covarde...rsrsrsrs. Gostei do texto. Difícil ver gente fiel hj, por isso as relações não vingam. Bjks.

Sheherazade disse...

Ana,
Esse texto só podia ter sido escrito por um homem, mesmo! As mulheres não vêem a traição assim tão compreensivamente. Concordo que ninguém pode evitar sentir-se atraído por outra pessoa, mas ir às vias de fato é outra história... Comigo não, violão!
"Um é pouco, dois é bom, três é demais, como diz o ditado".

Beijão!

Lili disse...

Hahaha! Deixa o outro (ou a outra) ser feliz! Que seria de mim se não fossem as puladas de cerca, as vontades de comer a carne do próximo, as insatisfações, os desejos mais secretos? Que tipo de blog eu faria? Que quase histórias contaria? Brincadeiras à parte, acho que cada um faz o que quer desde que não fira, não maltrate nem humilhe ninguém. Pular a cerca uma vez em trinta anos, tudo bem, mas pular uma vez por mês não dá.

Beijos, bella!

Ordisi disse...

Pingüinha, o Marcondes achou esse texto muito bem humorado.

Pediu para lhe dizer que assim que comprar um pré-pago ele liga, ok?

Beijos fiéis.

Márcia(clarinha) disse...

Complicado falar sobre isso, mas acho que trair é uma palavra cruel, você pode sentir-se carente e encontrar alguem que faça seus momentos de solidão mais agradáveis, isso se chama traição? não sei..não julgo, cada um busque sua felicidade.
Dia lindo flor querida
beijosssssssssssss

Marco Santos disse...

Tema complicado...
Mas a linha de raciocínio do texto é excelente.
Beijos, querida! Bom domingo!

Sheila disse...

Ana, eu tinha uma opinião, mas hj mudei!!!
Antes eu achava que atração e amor não precisavam caminhar juntos, mas hj, mudei de opinião, acho que quando somos muito amados não necessitamos sequer olhar pro lado!
Beijos