14.8.06

Oh, querido, seja bonzinho comigo
E me escreva todos os dias
contando mentiras simpáticas...
Diga que sou a melhor
Das amantes que você já teve
Incluindo aquela princesa hindu
Exímia nas artes do Kama-Sutra
com minha vitalidade selvagem
capaz de te amar por dias e dias
Parando só pra fumar...
Só pra agradar o meu ego
Invente os mais loucos sonhos eróticos
Ambientados em lugares exóticos
Onde eu, rainha poderosa
Te resgato de horrendos perigos
E depois fornicamos, selvagens
Até nos fundirmos no mais bárbaro orgasmo
Se esmere nos adjetivos
Ao me escrever descabidas obscenidades
Usando a mais vulgar das linguagens
Pontuada de reticências maliciosas
Permita-me nesse desvario alcançar
A sublimação idealizada do mais básico instinto

(Madame Butterfly)

5 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Putzzz, isso sim é furnicação das boas.
Linda semana,
beijosssssssssssss

marcos pardim disse...

alguns dias fora, sem tempo nenhum para internet e quando volto... já dou de cara com uma "cena caliente" dessas (rsss). ô, seguinte: tô fechando a porta devagarinho para não fazer barulho, que não quero atrapalhar (rss). 1 beijo e té +

Lili disse...

Hummm! Básico e chic!

Sheila disse...

Muito bom este texto!!!
Beijos

Ordisi disse...

Mamma mia, corei! Nem meus pingüins podem ler isso, hehehe.

:) :) :)

Beijos, Carlinha.