26.4.11

BLOGS


Comecei com esse blog há anos, e ele vai se transformando comigo.

O foco vai mudando conforme os meus interesses. Por aqui eu já fiz amigos virtuais e reais, todos “de verdade”. Mas não perco de vista que isso é um blog, ou seja, “usar um blog é como mandar uma mensagem instantânea para toda a web: você escreve sempre que tiver vontade e todos que visitam seu blog tem acesso ao que você escreveu”. (Fonte: http://blogger.globo.com/br/about.jsp).
Escrevo para clarear minhas idéias, para registrar coisas que gosto, para partilhar coisas interessantes. Escrevo porque gosto. Não sei até quando conseguirei postar regularmente, tenho problema de tempo, minha internet tem falhado...
Mas quero comentar que tenho passeado pelo mundo blogueiro, e fiquei espantada com o número de posts em que encontrei pessoas reclamando de seus leitores! Uns reclamando porque ninguém deixa “comentário”, outros reclamando porque não tem “seguidores”. Encontrei gente reclamando porque “qualquer um que passa por aqui e não conhece minha história quer dar palpite”, e gente reclamando porque “as pessoas se acham no direito de me dizer o que é certo”.

Seguinte: faz parte da natureza humana se interessar pela vida do outro. Quando a vida do outro é colocada na vitrine, todo mundo quer dar seus pitacos. Se vc não quiser palpites, não escreva sobre coisas pessoais, ou bloqueie os comentários no seu blog.
Outra coisa: ninguém é obrigado a ler nenhum blog.
Quem lê, não é obrigado a gostar, nem a comentar. Eu, por exemplo, costumo ler muita coisa, e quase nunca consigo deixar comentários. Não é por falta de vontade, mas por limitação técnica (onde acesso, os comentários são bloqueados). Quem comenta, tem liberdade para escrever o que bem entender.
Normalmente as pessoas gostam de estar perto de quem é alegre, otimista e bem humorado. O mesmo com sites e blogs. “Se quer borboletas, cultive o jardim”, já disse algum sábio.
Quando nos expomos, corremos riscos. Inclusive o risco de ser feliz! 

10 comentários:

Lu disse...

É isso mesmo, o povo fica chateado, né?
Considero meu blog um lugarzinho de terapia de graça, rsrsrs. Escrevo pra desanuviar minha mente.
Bjs,

Talita Oliveira disse...

Ana, me identifiquei de imediato com esse teu post! Sou do tipo de pessoa que pensava que reciprocidade é tudo! Com essa vida de blog comecei a rever esse conceito. Reciprocidade é muito bem vinda, mas se esta vier com sinceridade e espontaneidade e não simplesmente por obrigação! O blog pra mim, não é trabalho, é lazer e sendo assim, se ele se transforma em obrigação, nossa, que chato né? Teve uns dias aí atrás que eu estava um porre, me cobrando muito por não ter conseguido retribuir os comentários do pessoal e acabei comentando em blogs dizendo apenas: é isso aí, gostei! Ahh.. não quero isso não sabe! Claro que quem escreve quer ser lido, mas de verdade, não é menosprezando meus seguidores fofos e comments agradáveis, mas eu não faço questão! Principalmente se o comment vem com a obrigação de ser retribuído! Olha que comentário gigante hehehee, usei o espacinho pra desabafar, mas foi só pq ameeeei mesmo o que vc escreveu, penso exatamente igual! E saiba que mesmo não comentando sempre, estou direto por aqui :D

Bjs

Mari disse...

Oi Ana, concordo com a Talita... por mais que a gente goste da reciprocidade ela só é válida se for sincera... muitas pessoas que comentam nos blogs não sabem nem o nome da gente, pois não se dão ao trabalho de nem ler o seu perfil e ver quem você é...
Eu faço questão... mas só se for real!!!
Beijos e adorei seu post!

Lopez!!! disse...

Oi Ana.. fiquei pensando no que escreveu rsrs... sabe que eu também acho que estas certa, pois se não for por vontade não adianta comentar neh?? De toda forma amo os comentarios e fco ansiosa por eles rsrs.. acho que é porque sou iniciante neh??? é bom ler essas coisas assim a gente acorda pra vida!! Grande beijo e Otima semana!!

Gilva disse...

Onde assino??? concordo com tudinho,rss
Eu quero pessoas alegre e otimista ao meu redor e claro pessoas que as vezes precisam de um incentivo ou de uma força pq está passando por algum problema né mas pessoas que são sempre negativas tô fora e quanto mais a gente pensa em coisas boas mais chega coisas boas pra gente certo??
Bjs

Giovana disse...

Concordo com vc. Quem se expõe tem que aceitar os comentários!
Obrigada pela visita.
Volte sempre!!!

Marcia disse...

Concordo com vc! E se não gosto de um comentário, simplesmente não publico!
Bjs

Candy disse...

Adoro essa frase que diz pra cultivar o jardim se quiser borboletas, elas vêm sem precisar forçar a barra.

Luciana Vannucchi de Farias disse...

Oi, Ana!!! Acho que por isso que tenho blogs diferentes: um pro regime que ainda está pra lá de abandonado, outro só pra colocar os meus desenhos e um terceiro feito com a intenção de divertir. Sabe, criei esse último em uma época em que estava com depressão, ou melhor, havia criado um outro, mas os textos me faziam chorar, com excessão de alguns em que eu contava "causos " de família. Então resolvi abandonar aquele projeto e começar esse, e foi (e ainda é) a maior terapia, pois muitas vezes quando os problemas apareciam eu já ficava imaginando como colocar aquilo de forma divertida e, rindo dos problemas, fui resolvendo os meus.

Agora só falta resolver o regime, mas isso eu ainda resolvo, rsrsrsrs...

Eu não sei. No meu caso o mais gostoso de blogar é poder ler experiências parecidas ou diferentes das minhas, novas pessoas... Lógico que gosto quando elas comentam nos meus cantos, mas se não comentam isso não impede que eu as continue visitando, muitas vezes eu também não consigo passar e comentar, então...

Beijocas procê!

Jorge Junior disse...

Olá minha amiga Ana... por isso que gosto de visitar seu blog, pois entro quando quero... escrevo o que quero e você sempre me responde com o maior carinho e atenção... aqui me sinto em casa e ainda coloco o pé no sofá e monopolizo o controle remoto...rs!!!! Eu compreendo você demais... tirando pelo meu blog que é bem pobrezinho, pouquissimos seguidores, mas amigas de verdade!!!!