2.12.08

Será?

Há alguns dias estou "ameaçando" retomar esse blog. Sinto falta das escrivinhações, isso aqui é praticamente uma terapia! Rs...

O tempo anda escasso, e as novidades são muitas. Aos poucos, devagarinho, sem pressão e sem obrigatoriedade, quero retomar o prazer da escrita.

Por hoje deixo a letra de uma música de Vander Lee, que a Luiza Possi gravou :


SEU NOME

Quando essa boca disser o seu nome, venha voando

Mesmo que a boca só diga seu nome de vez em quando


Posso enxergar no seu rosto um dia tão claro e luminoso

Quero provar desse gosto ainda tão raro e misterioso do amor...


Quero que você me dê o que tiver de bom pra dar

Ficar junto de você é como ouvir o som do mar

Se você não vem me amar é maré cheia, amor

Ter você é ver o sol deitado na areia


Quando quiser entrar e encontrar o trinco trancado

Saiba que meu coração é um barraco de zinco todo cuidado


Não traga a tempestade depois que o sol se pôr

Nem venha com piedade porque piedade não é amor

6 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Que saudade, que saudade, que saudade, que bom te ver, quanta alegria!!!
Ueba! Volta logo pra nós.
Minha flor, você está bem?
Gabriel e a grande família?
Carinho em todos.
muitos beijos de lindos dias

Ordisi Raluz disse...

Olha só quem aparece depois de longo inverno! Seja bem vinda, Pinguinha.

Beijos saudosos!

DBB disse...

Será?

Marco disse...

Abra as suas asas, querida Ana. Teste os movimentos e volte a alçar vôo por aqui. Sem medos, sem descuklpas. Apenas pelo prazer de voar. E volte a escrever a compartilhar com seus amigos. Nós estamos aqui só esperando ver e aplaudir.
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Claudinha disse...

Menina que bom voltar! Escrever é terapia sim, é luz ´, é vida! Saudades de você! Aguardo suas novas letras e Vander Lee é de BH, pertim das minhas montanhas de ametistas, só posso gostar! Beijão!

Márcia(clarinha) disse...

beijos, beijos, beijos.........e saudades