6.5.07

De volta pro aconchego

(Dominguinhos - Nando Cordel)

Estou de volta pro meu aconchego
Trazendo na mala bastante saudade
Querendo
Um sorriso sincero, um abraço,
Para aliviar meu cansaço
E toda essa minha vontade
Que bom
Poder estar contigo de novo
Roçando o teu corpo e beijando você
Prá mim tu és a estrela mais linda
Seus olhos me prendem, fascinam
A paz que eu gosto de ter.
É duro ficar sem você
Vez em quando
Parece que falta um pedaço de mim
Me alegro na hora de regressar
Parece que eu vou mergulhar
Na felicidade sem fim

2 comentários:

Lili disse...

Que falta faz o computador, né? Um beijão e boa volta!

Anônimo disse...

Peterson Izidoro manda lembrancas !

Bjs